Concurso


O Concurso de Ideias para Recife contou com diversos participantes, que ofereceram soluções criativas para a melhoria da infraestrutura de sua cidade. O Sinaenco acredita que é pensando antes que se constrói a cidade do futuro. Obrigada a todos aqueles que, a sua maneira, estão ajudando a planejar a Recife que queremos!

Confira abaixo as ideias vencedoras:

Votação Online

   

Izabella Cruz, 25 anos
Estudante de Arquitetura e Urbanismo


Mobilidade Urbana e reorganização do comércio informal no centro do Recife

Calçadas de qualidade são fundamentais para a mobilidade urbana. No Recife o cidadão que anda a pé, mas especificamente no centro do Recife não conta com essa vantagem. A Avenida Dantas Barreto, é uma das principais da cidade também um importante corredor de ônibus, porém diversos ambulantes ocupam o espaço disputando com os buracos e desníveis que inviabilizam a passagem da população que transita na área principalmente daquelas pessoas portadoras de necessidades especiais. Ali a acessibilidade não existe. Para organizar a cidade, desobstruir o espaço público é fundamental com a criação de um Centro Comercial definitivo para atividades dos comerciantes informais , assim será possível transitar com qualidade pelas ruas e avenidas do centro do Recife. Calçadas acessíveis para cadeirantes, sinalizadas para a pessoa com necessidade visual, paradas de ônibus com acentos e paisagismo. O programa deve conter: banheiros, box medindo aproximadamente 4 m2, área verde, equipamento urbano como: bancos e lixeiras, espaços para conveniência e alimentação, estacionamentos, bicicletários e ponto de táxi caracterizando um espaço familiar e de comércio propriamente. A proposta é revitalização e organização urbanística das ruas do centro Recife.

“A criação do centro comercial aqui em Recife é uma necessidade, ainda mais para uma cidade como a nossa, que tem no turismo uma das suas fontes de renda. Outra ideia é de revitalizar a área próxima ao corredor de ônibus que existe na Avenida Dantas Barret, que é uma das principais vias de acesso ao comércio e a pontos turísticos, e que hoje não oferece uma estrutura adequada para pessoas que transitam por ali: as calçadas são ruins e falta acessibilidade. A oportunidade que o Sinaenco dá para as pessoas em pensar sua cidade a apresentar pontos a serem melhorados é superinteressante, por que incentiva o cidadão a expor a sua opinião.”






Votação da Comissão Técnica

   

Cláudio de Melo Silva
Diretor social - Associação Pernambucana
de Servidores do Estado – APSE


Para melhorar o transito

O número de habitantes do Grande Recife está crescendo vertiginosamente e com ele a quantidade de carros a congestionar o transito nas avenidas e ruas da capital. Como obras a longo prazo que deixará o trânsito fluindo com mais rapidez, sugiro que sejam retirados todos os semáforos dos cruzamentos das avenidas principais e no lugar deles edicados túneis ou viadutos.



Votação da Comissão Técnica

   

Denis Freitas Barreto Campello de Melo, 35 anos
Engenheiro


Mobilidade: Não faz porque não tem e não tem porque não existe

O caos na mobilidade urbana se dá por diversos complexos motivos, porém sempre estão ligados a educação e/ ou falta de infraestrutura de qualidade. Sabemos que não se ajusta o Todo sem iniciar pela Parte, no que se refere a mobilidade é um consenso comum que devemos diminuir a quantidade de carros nas ruas, e investir em transporte que necessite de menos espaço. Os investimentos públicos para infraestrutura básica são pequenos e justificados por não haver pessoas suficientes para utilizar, e as pessoas não passam a utilizar porque não há infraestrutura. NÃO FAZ a infraestrutura adequada por que NÃO TEM quem as utilize e ninguém NÃO TEM quem as utilize por que NÃO EXISTE as infra estruturas Minha proposta para melhorar a mobilidade urbana é incentivar a população para a utilização de bicicletas como meio de transporte e não apenas como lazer através de incentivos fiscais para as empresas que tenham bicicletário e vestiário para atender minimamente 10% do seu quadro de funcionários. Apesar da inexistência de ciclofaixas muitas pessoas não utilizam a bicicleta como meio de transporte por não ter onde guardar em lugar segura e não ter um vestiário em seu local de trabalho. Uma cidade plana, e com pouca incidência de chuva como Recife é ideal para utilização deste meio de transporte. A alta taxa furtos, calor e humidade faz com que as pessoas necessitem de lugar adequado para guardar suas bicicletas e vestiários. com o passar dos anos, termos mais pessoas utilizando a bicicleta como meio de transporte, a cultura social será modificada e teremos mais respeito com os usuários, inclusive teremos um redução do investimento na saúde pela redução de sedentários. Uma pequena e rápida ação, com baixo investimento pode transformar o futuro melhorando o bem estar da população.

“Recife é uma cidade precária quando se fala em transporte público: falta estrutura para atender a demanda da população local e dos turistas. Por isso, pensei que uma boa alternativa seria as empresas incentivarem seus funcionários a usarem bicicletas. Pedalar até o trabalho pode ajudar a solucionar alguns problemas de locomoção. Além disso, a cidade é plana e tem um ambiente que contribui para o ritmo de ciclista, e atividade pode trazer benefícios à saúde e aumentar a qualidade das pessoas. O Sinaenco possibilita às pessoas pensar, criar e reconstruir a sua cidade para os futuros moradores."